Menu Menu

Milhares de árvores gratuitas dadas a cidadãos belgas em nova iniciativa

O conselho local da capital da Bélgica está a distribuir 2,000 árvores aos residentes que tenham um jardim ou espaço não pavimentado disponível para as plantar.

Com o objetivo de criar uma paisagem urbana mais verde na capital da Bélgica, o conselho local de Antuérpia está a embarcar num projeto que convida os cidadãos a envolverem-se na reflorestação dos seus arredores.

Através de uma iniciativa denominada 'Bairro em Flor' (Buurt in Bloei), Antuérpia verá os seus residentes serem doados com 2,000 árvores para serem plantadas em jardins ou espaços não pavimentados.

O esquema não visa apenas melhorar a estética natural da cidade, mas também procura enfrentar desafios ambientais prementes, como ondas de calor, inundações e poluição atmosférica.

Um total de 23 espécies de árvores diferentes foram cuidadosamente selecionadas para o projeto, com base na sua adequação aos ambientes urbanos. Estes ajudarão a mitigar o ilha de calor urbano efeito – um fenômeno em que as cidades experimentam temperaturas elevadas em comparação com o ambiente rural.

Para começar a plantar árvores, os moradores precisam apenas preencher um pequeno questionário sobre o espaço disponível e a exposição solar. Esta informação ajudará as autoridades a determinar as espécies de árvores mais adequadas para cada local, garantindo um crescimento e sustentabilidade ideais.

Além de oferecer um ambiente esteticamente mais agradável aos moradores da cidade, o projeto ajudará a melhorar a saúde e a segurança de toda a vida na capital.

As árvores desempenham um papel vital no resfriamento dos ambientes urbanos, melhorando a qualidade do ar e fornecendo habitats essenciais para a vida selvagem local.

Ao criar mais espaços verdes na cidade, Antuérpia pretende criar um ambiente mais saudável e habitável para os seus habitantes.

Juntamente com a distribuição de árvores, o município de Antuérpia também oferece gratuitamente “jardins de fachada” aos residentes do distrito central.

Estes jardins serão compostos por plantas, guirlandas e árvores, não só contribuindo para a vegetação da cidade, mas também promovendo um sentimento de comunidade e orgulho entre os residentes.

Além disso, o município está a oferecer assistência financeira aos interessados ​​em adquirir barris de recolha de águas pluviais – uma solução sustentável para regar os seus jardins.

Esta abordagem tripartida demonstra o compromisso de Antuérpia em promover práticas amigas do ambiente e em capacitar os seus cidadãos para se tornarem líderes e cuidadores do seu ambiente urbano.

Embora o conselho distrital seja responsável pela instalação inicial dos jardins – levantamento dos ladrilhos, colocação do solo e plantio – a manutenção contínua recai sobre os residentes.

Esta parceria garante que os espaços verdes floresçam e prosperem, contribuindo para o bem-estar geral da comunidade.

 

Finalmente, a jardinagem urbana oferece aos residentes uma infinidade de recompensas pessoais.

Casos tem mostrado que passar tempo em espaços verdes pode melhorar o bem-estar mental e elevar o humor. Seja observando pássaros nidificando, avistando esquilos ou simplesmente cuidando de plantas, o envolvimento com a natureza em um ambiente urbano pode proporcionar uma pausa muito necessária na agitação da vida urbana.

À medida que Antuérpia avança em direção a um futuro mais sustentável, poderá servir de inspiração para cidades de outras partes da Europa ou de todo o mundo.

Combinando o envolvimento comunitário e a gestão ambiental, Antuérpia está a provar que cidades mais verdes e saudáveis ​​estão ao nosso alcance.

Acessibilidade